Anjos da Lei

          
       Sabe aquela típica comédia escrachada de situação para assistir sem compromisso e lotar salas de cinema? Era o que parecia ser o destino de Anjos da Lei (21 Jump Street), novo filme da dupla Phil Lord e Chris Miller, diretores de Tá Chovendo Hambúrguer. Entretanto, a película irá surpreender e fazer rir sem parar como as melhores comédias de Hollywood.
        Na trama, Schmidt (Jonah Hill, de O Homem que Mudou o Jogo) e Jenko (Channing Tatum, Querido John) são dois policiais recém formados, que veem na sua transferência para uma nova divisão na Rua Jump, número 21 a chance de efetuarem a primeira prisão da dupla. Ambos estudaram juntos no colegial, onde um era o nerd e o outro era o loser, mas viraram amigos na academia de polícia. Agora, juntos se infiltrarão num colégio para prender o fornecedor de drogas para a escola.
           O longa não é aquela comédia inteligentíssima em que diálogos afiados fazem o público rir e refletir. Todavia, segue a linha de ótimos blockbusters recentes, como o primeiro Se Beber, Não Case, Passe Livre e o cultuado Missão Madrinha de Casamento, em fazer o público gargalhar em meio a um roteiro adulto, intrigante e inteligente. Porque fazer comédias policiais é um dos subgenêros mais difíceis de se acertar, com a grande quantidade de clichês inevitáveis e a frequência de produção desses filmes (afinal, é cool usar o humor, mesmo que sutil, em qualquer filme de ação). O que torna Anjos da Lei engraçado e de qualidade é a inversão de papéis dos dois protagonistas e a tentativa desenfreada dos roteiristas de tentar quebrar os clichês do gênero e fazer inesperadas reviravoltas.
            As gargalhadas quase sem fim são resultado do roteiro afiado, a direção competente, mas é preciso dar muito crédito aos atores, principalmente à dupla principal. Hill e Tatum, como dois policiais trapalhões, um descolado no colégio e outro não, um fortão e o outro gordinho, quebram um pouco de todos os esteriótipos em que seus personagens são construídos, usando um pouco dos clichês de suas personalidades, apenas tirando-os do lugar-comum, de maneria convincente e natural. Há ainda a surpresa de Johnny Depp, astro da série dos anos 80/90 em que o filme se baseia, e Ice Cube como o engraçadíssimo chefe da operação.
           Dois policias que ainda não amadureceram em meio ao universo jovem da atualidade farão o público se divertir muito nessa comédia pouco maluca e politicamente incorreta. Como já dito anteriormente, um exemplo de melhor comédia que a indústria americana pode e sabe fazer como ninguém.         

Um comentário em “Anjos da Lei

  • 11 de maio de 2012 a 23:08
    Permalink

    Ótimo filme! E ótima resenha também! Popwithpopcorn sempre um dos melhores blogs de cinema!

Comentários estão encerrados.