Katy Perry – Part of Me

          
        Quando foi anunciado que o maior fenômeno pop da atualidade, a norte-americana Katy Perry, lançaria um documentário sobre sua vida e sua carreira, todo mundo já podia imaginar como seria esse filme: vídeos de infância, cenas dos shows, depoimentos, bastidores sobre como chegar no topo era difícil e se manter também. Katy Perry – Part of Me não é diferente do esperado, entretanto é válido como um grande presente para os fãs – e uma experiência muito boa para quem quer conhecer um pedacinho da cantora.
         Katy era cantora gospel, despontou com o single nada comportado I Kissed a Girl, chamou a atenção de Madonna com a música UR So Gay (antes de Katy virar O fenômeno) e não tardou para seu segundo álbum igualar o recorde de Michael Jackson com cinco músicas em primeiro lugar no mais importante chart musical do mundo, o Hot 100 da Billboard. Essa é a história que todo mundo sabe – e Part of Me vai acrescentar mais alguns detalhes enquanto acompanha Katy durante a California Dreams Tour.
         Para qualquer katycat, qualquer oportunidade de conhecer mais do íntimo da cantora e ainda de sua história é válida. Por isso, Part of Me já era um filme que tinha tudo para dar certo. A montagem é funcional: trechos de várias apresentações são intercalados em ordem não-linear para dar o tom do documentário, que tenta dar conta da personalidade da Katy, dos desafios da turnê e de sua biografia. O resultado é positivo e resulta numa obra animada e interessante.
       Quem leu o texto sobre o show em São Paulo, publicado no Pop with Popcorn (não deixe de ler!), deve ter percebido o quanto um show de Katy Perry, sua simpatia e presença de palco causam num público apaixonado. A euforia dos shows, inclusive do de São Paulo (que, por sinal, é o clímax do filme), também está presente no longa. Em Part of Me, Perry se auto afirma como uma cantora de fãs muito calorosos, que se importa com e que responde a esse carisma. Agora o público daquele show do dia 25 de setembro sabe que Katy entrou com um sorriso falso no rosto, com o maior profissionalismo para conseguir alegrar seus fãs brasileiros, mas, com certeza, saiu de lá com uma alegria sincera num momento em que ser feliz parecia incabível para ela. 
        E, assim, pode-se dizer que Katy Perry – Part of Me cumpre seus três maiores objetivos. Mostra como Katy é fantástica e, ao mesmo tempo, presta uma homenagem aos fãs, que com certeza adoraram passar um tempinho com ela, com trechos dos shows em 3D e tudo. Por fim, ainda repete a mensagem da música Firework: há uma faísca em você – ignite the light and let it shine!

Um comentário em “Katy Perry – Part of Me

  • 17 de agosto de 2012 a 01:12
    Permalink

    noooossa, gaaaaa
    agora que eu quero ver mais ainda esse filme, amei a crítica, de verdade hehe
    uma pena não podermos ter visto juntos, mas muitas outras sessoes pipoca estão por vir, hein hahahah
    beeijinhos
    biaaa h

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *