Por Que Você Partiu?

Por Gabriel Fabri

O diretor estreante Eric Belhassen tem formação em genética. Para descobrir porque saiu da França para trabalhar no Brasil, ele realizou o documentário Por Que Você Partiu?, que mergulha no cotidiano e na intimidade de seis chefs de cozinha que também vieram fazer carreira aqui – e se tornaram alguns dos mais bem sucedidos chefs franceses no país. A relação entre um homem formado em genética com os cozinheiros pode parecer aleatória (a ideia surgiu de uma conversa entre amigos), mas, embora mostre todo o refinamento e o trabalho dos cozinheiros, o longa não é sobre gastronomia. É sobre algo inerente a todos os seres humanos, de qualquer cultura ou profissão: a família.

Nesse documentário, acompanhamos as rotinas de Alain Uzan, Emmanuel Bassoleil, Erick Jacquin, Fréderic Monnier, Laurent Suaudeau e Roland Villard e as entrevistas com os seus respectivos pais. Os seis chefs deixaram suas famílias e suas vidas na França por motivos distintos. O longa registra os depoimentos tentando investigar porque os homens foram se aventurar em um país desconhecido, como os parentes reagiram a essa atitude e por quais perspectivas os envolvidos enxergam o passado e o futuro desses profissionais.
O filme tem uma estrutura um tanto simples e um pouco monótona, sem um clímax definido, já que a força da obra está em seus depoimentos. Chamam atenção, à priori, momentos engraçados com os chefs, mostrando uma briga numa cozinha porque o molho ficou uma “merda”, por exemplo, o que pode satisfazer as pessoas da área que buscam um filme sobre gastronomia. A profissão, porém, é apenas o plano de fundo do longa, e as comidas são um recurso para entreter e, como um dos próprios personagens brinca no filme, fazer uma propaganda dos chefs.
O interessante da obra, evidente no recorte do diretor, é a importância da família na vida desses seis personagens. Embora Erick Jacquin tenha declarado em coletiva que parou de falar com a mãe após ver a realização do filme, um dos fatores para ele virar cozinheiro foi o cheiro da comida dela. E Por Que Você Partiu? é recheado de questões familiares. Uns se davam muito bem com os pais antes de partir, outros não, mas o longa mostra que, ao se distanciar, os personagens acabaram se aproximando deles. São histórias de aproximação, um fortalecimento dos laços familiares, por meio do distanciamento.
Os seis personagens são renomados chefs da culinária francesa no Brasil, pessoas famosas e de prestígio – fatores que são irrelevantes para a trama. No fundo, o filme mostra que eles são pessoas comuns, antes de tudo. Poderiam ser quaisquer franceses que vivem no Brasil no lugar deles (por que todos na mesma profissão? Por que todos bem sucedidos?), pois o filme fala sobre relações familiares e sobre mudar para crescer, tanto interpessoalmente quanto intra.
Pratos tão sofisticados para questões tão simples, tão cotidianas, mas, ao mesmo tempo, complexas em seu interior. Faltou um “tempero” na direção, e talvez até na concepção do filme, todavia, ao que parece,  Belhassen encontrou a resposta que buscava para a sua pergunta. Ou, pelo menos, cada um do público encontrou a sua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *