Cabras da Peste, da Netflix, ironiza slogans de Bolsonaro

Comédia brasileira Cabras da Peste, estrelada por Matheus Nachtergaele, chega à Netflix

Dirigido por Vitor Brandt, responsável por Copa de Elite, a comédia de ação Cabras da Peste estreia com exclusividade na Netflix. Antenado com o contexto político atual, o longa-metragem estrelado por Matheus Nachtergaele ironiza, em momentos pontuais, jargões de Bolsonaro como o “talkey” e o slogan “Brasil acima de todos, Deus acima de tudo”. Entretanto, é focado na amizade e na investigação atrapalhada de uma dupla inusitada.

Confira a lista de séries da Netflix que viraram livros clicando aqui

Um “policial de escritório”, Trindade (Matheus Nachtergaele), é designado para uma missão infiltrado e acaba com o pouco de respeito que ainda tinha na corporação quando toda a operação fracassa por sua culpa. Ele então conhece Bruceuillis (Edmilson Filho), policial do interior do Ceará que vai a São Paulo recuperar uma cabra sequestrada. A confusão é certa.

Cabras da Peste fala sobre as ligações perigosas entre o crime organizado e a classe política. O famoso “voto de cabresto”, prática comuns associada ao coronelismo nos rincões do país e que consiste em compra de votos, não é muito explorado, apesar do nome do filme, embora a influência de um único político na região onde Bruceuillis atua seja clara. No caso, um deputado local é uma espécie de “rei das rapaduras”, por ter ajudado a projetar nacionalmente o doce da região.

Na netflix , cabras da peste com Matheus Nachtergaele ironiza falas de Bolsonaro

O filme da Netflix, entretanto, foca mais na amizade entre os dois personagens. Colocar um policial magricela e desajeitado em situações de risco sempre é engraçado, mas a figura peculiar de Bruceuillis e sua mentalidade completamente diferente a de um policial da cidade grande é o maior trunfo do longa-metragem. O roteiro brinca com as diferenças tanto culturais quanto de personalidades dos personagens, e isso garante boas risadas. Há piadas inteligentes e criativas que realmente funcionam, como a cena de interrogatório hilária que subverte o que se espera de uma dinâmica de “policial bom, policial ruim”.

Pincelando o descontentamento popular com a política atual, sem mencionar o presidente Bolsonaro mas captando o descontentamento geral com a classe política, Cabras da Peste não se preocupar em trazer grandes reflexões sobre o tema , mas diverte ao focar na dinâmica entre os dois personagens principais.

Por Gabriel Fabri

Confira o trailer de Cabras da Peste:

Confira a lista de séries da Netflix que viraram livros clicando aqui

Leia mais dicas da Netflix clicando aqui.

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram