A Cinco Passos de Você – Crítica

Ao pensar sobre A Cinco Passos de Você, dirigido por Justin Baldoni, a primeira referência que vêm à cabeça é A Culpa é das Estrelas, filme baseado no romance de John Green. De fato, temos aqui um novo romance adolescente impossibilitado por uma doença. No longa-metragem inspirado no livro de Rachel Lippincott com Mikki Daughtry e Tobias Iaconis, entretanto, apesar de não se tratar de pacientes terminais, o casal tem uma barreira que torna as coisas ainda mais intensas.

Internada por conta de complicações no seu pulmão, em decorrência de sua doença crônica, Stella (Haley Lu Richardson) aguarda a chance de um transplante, enquanto mantém sua regulada rotina de remédios. No hospital, ela conhece Will (Cole Sprouse), que também possui fibrose cística. A química entre os dois é instantânea. O problema é: pessoas que tem essa mesma doença precisam manter distância de, pelo menos, seis passos um do outro, privando o casal do toque.

A Cinco Passos de Você é certeiro no melodrama, usando bem as convenções ao seu favor. Com dois protagonistas cativantes e com química, o roteiro sabe explorar muito bem, por exemplo, o papel de vítima/heróis deles, no caso, de vítima da doença e o ato heroico de tentar sobreviver a ela e ainda viver um grande amor. Com leveza e humor, o filme pesa a mão no desenrolar da história para emocionar o público, surpreendendo até pela dureza de alguns fatos. Mas o resultado é belo e impactante.

Por Gabriel Fabri

Assista ao trailer de A Cinco Passos de Você clicando aqui.