Invasão Zumbi 2: Península

Invasão Zumbi 2: Península chega aos cinemas

A Coreia do Sul tem uma filmografia forte que, mesmo antes de ganhar o Oscar por Parasita, vêm chamando atenção do público e da crítica ao redor do planeta. Invasão Zumbi, de Yeon Sang-Ho, repercutiu com força após exibição no Festival de Cannes. Quatro anos depois, chega aos cinemas Invasão Zumbi 2: Península.

O primeiro Invasão Zumbi, disponível na Netflix, tinha um ritmo alucinante e focava o início repentino de uma pandemia que transformava os infectados em zumbi. A ação se passava dentro de um trem intermunicipal, e registrava a incerteza sobre a situação a cada estação, junto com o medo de ser infectado pelos zumbis que embarcaram no trem. Era um filme sobre sobrevivência em situações extremas.

Do mesmo diretor, Invasão Zumbi 2: Península desprende-se do primeiro longa-metragem. A ação se passa quatro anos depois, com a Coreia do Sul isolada e tomada pelos zumbis. Um grupo de pessoas comuns, entretanto, retorna ao país abandonado para recuperar um caminhão cheio de dólares para um mercenário. Tudo dá errado quando são encontrados por uma milícia local.

Invasão Zumbi 2: Península não explica como um país tomado por zumbis pode ser facilmente invadido de barco; como nenhum país organizou uma força tarefa para recuperar o território; ou como, se era tão fácil localizar o caminhão com milhões de dólares no meio do apocalipse, ninguém havia feito isso antes. Fazendo vista grossa para esses pequenos detalhes, como o barulho de um helicóptero a voo baixo não atrair mais zumbis do que tiros, o filme pode até ser uma experiência divertida, mas que não chega aos pés do primeiro.

A maior decepção, e talvez um erro dessa sequência, é menosprezar a ameaça dos zumbis. Aqui, a principal ameaça é humana: os grupos que se apoderaram do território e criaram a sua própria lei; as pessoas que querem sair da cidade fantasma à qualquer custo. Os zumbis perdem força perto desses novos fatores e, estranhamente, não há tanto medo de se tornar um deles. A identificação com os personagens também é diferente, uma vez que eles já estão habituados ao combate – o pavor da pandemia acontecer a qualquer momento se esvai aqui. Por isso, talvez Invasão Zumbi 2: Península poderia ter encontrado um caminho mais interessante se aumentasse a ação para fora da Península do filme. Perto do original, esse vai passar desapercebido como mais um filme de ação sem grandes novidades.

Por Gabriel Fabri

Assista ao trailer de Invasão Zumbi 2: Península :

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram

Confira as ofertas da Sessão Pipoca da Amazon clicando aqui