Cats: da Broadway para as telonas


Deprecated: A função wp_img_tag_add_loading_attr está obsoleta desde a versão 6.3.0! Em vez disso, use wp_img_tag_add_loading_optimization_attrs(). in /home/u678233210/domains/popwithpopcorn.com.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 6078

Deprecated: A função wp_get_loading_attr_default está obsoleta desde a versão 6.3.0! Em vez disso, use wp_get_loading_optimization_attributes(). in /home/u678233210/domains/popwithpopcorn.com.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 6078

Deprecated: A função wp_img_tag_add_loading_attr está obsoleta desde a versão 6.3.0! Em vez disso, use wp_img_tag_add_loading_optimization_attrs(). in /home/u678233210/domains/popwithpopcorn.com.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 6078

Deprecated: A função wp_get_loading_attr_default está obsoleta desde a versão 6.3.0! Em vez disso, use wp_get_loading_optimization_attributes(). in /home/u678233210/domains/popwithpopcorn.com.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 6078

Um dos musicais de maior sucesso da Broadway, Cats ganha sua versão nos cinemas por Tom Hopper e com música inédita de Taylor Swift

O inglês Tom Hooper, vencedor do Oscar por O Discurso do Rei, retorna aos musicais quase sete anos após o seu Os Miseráveis abocanhar oito indicações ao prêmio. Agora, o desafio é ainda maior que dar vida à grandiosa epopeia de Victor Hugo: Cats, composto por Andrew Lloyd Webber, é um dos musicais de maior longevidade na Broadway e foi vencedor do Tonny Awards. Se não bastasse esse legado para honrar, o longa-metragem precisa lidar também com o desafio de tornar verossímil atores reais interpretando gatos – algo que a repercussão negativa dos trailers mostrou ser mais difícil do que se imaginava. 

O espetáculo estreou na West Land em Londres em 1981 e chegou à Broadway no ano seguinte. Sua composição é assinada por Andrew Lloyd Webber, também responsável por Jesus Cristo Superstar, Evita e, posteriormente, O Fantasma da Ópera. Webber se baseou em poemas sobre gatos do escritor T. S. Elliot e musicou quase todas as letras com base nos versos do autor norte-americano – com exceção de Memory, que se tornou a composição mais famosa de Cats, escrita por Trevor Nunn. É a única canção cuja letra não fala sobre gatos e se tornou um sucesso na voz de Barbra Streisand antes mesmo da estreia na Broadway. No filme, é interpretada por Jennifer Hudson. 

Adaptar a magia dos palcos para o cinema não é tarefa fácil – além do uso do CGI na pele dos atores, que gerou reações negativas nas redes sociais, a produção tem outros desafios, principalmente considerando que a história de Cats fica em segundo plano no musical. Basicamente, há uma disputa para ver qual gato irá ascender ao Heaviside Layer, uma espécie de paraíso – em outras palavras, pode-se ser lido como um ritual de morte, mas, é claro, levando-se em conta que gatos possuem sete vidas. 

O que mais importa, de verdade, é a dança e a música, tanto que mal há diálogos entre os números musicais, totalizando duas horas de dança. Assinadas por Gillian Lynne na versão original, o longa-metragem escalou o bailarino Andy Blankenbuehler, responsável pelo fenômeno da Broadway Hamilton e pelo revival de Cats em 2016, para coreografar o elenco de estrelas, que inclui a cantora pop Taylor Swift e nomes como Judi Dench, Ian McKellen, James Derulo, Rebel Wilson, e Idris Elba. Assim como em Os Miseráveis, Hooper exigiu que os atores cantassem durante as gravações das cenas. 

É possível que o filme, porém, traga novidades em relação ao original, incluindo “Beautiful Ghosts”, música inédita assinada por Swift e Webber. Mas o diretor tem mostrado interesse em ser fiel à grandiosidade dos palcos: a tão polêmica pele feita com CGI lembra a roupa colada que os dançarinos usam nos palcos e os cenários e objetos são gigantes, dando a sensação de que os personagens tenham, de fato, o tamanho de gatos – a escala foi de, no mínimo, três vezes o tamanho dos atores. Uma curiosidade: em Nova Iorque, quando o espetáculo estreou, o Winter Garden Theater precisou de uma reforma no teto para dar conta da ambientação que a história merecia. 

Cats tem uma trajetória grandiosa. Agora resta saber se o público vai compra o resultado final, cujo processo de pós-produção foi tão complicado que o filme quase não foi exibido a tempo de concorrer nesta temporada de premiações. Os críticos, definitivamente, não compraram, com o filme amargando uma baixa aprovação no Rotten Tomatos. 

Cats chega aos cinemas nesta quinta-feira.

Por Gabriel Fabri

Confira o trailer a seguir:

priminha gostosa www.coheteporno.net encoxada flagra caiu www.grandexxx.com neti transando com www.pornolegende.net advogada mulher pelada noirporno.com professor fazemdo sexu www.veryxxxhd.com sua aluna mural do violetporno.org fotos de www.pornoruhe.net nuas caseiras aline fuegoporno.com suny leone japan sex pretoporno.com vidos