Coreano “Parasita” encabeça lista de melhores filmes de 2019

Além de “Parasita”, lista de melhores filmes de 2019 inclui “Coringa”, “Suspiria”, “Vingadores”, “Bacurau” e “Oitava Série”

Melhores filmes de 2019: este ano se tornará realmente marcante para o cinema. Os super-heróis quebraram recordes de bilheteria com Vingadores: Ultimato e Coringa, a Netflix revolucionou o mundo do streaming com o épico O Irlandês e a sua tripla indicação ao Globo de Ouro, incluindo aí Dois Papas e História de Um Casamento; além disso, longas como Parasita e Bacurau se destacaram nos cinemas brasileiros em meio à hegemonia cinematográfica estadunidense.

Logicamente, nós, aqui do Pop With Popcorn, não deixamos passar nada quando o assunto é a sétima arte. Por isso, aproveitando o clima de retrospectiva de fim de ano, elaboramos uma lista com os 10 melhores filmes de 2019.

A compilação nada mais do que a junção dos melhores filmes de acordo com o gosto do editor-chefe Gabriel Fabri (@gabrielfabri_jornalista) e do coloborador Caio Shimizu (@caiosimidzu).

Confira abaixo os melhores filmes de 2019:

Parasita (Bong Joon-ho)

Mais uma obra prima vinda do prolífico cinema sul-coreano. O longa conquistou o mundo misturando comédia, drama e suspense ao contar a história de uma família de charlatões que começa a trabalhar para uma outra família, muito rica.

O filme já vem dando muito o que falar e promete ainda mais na temporada de premiações. Clique aqui e confira a crítica.

Coringa (Todd Phillips)

Com toneladas de espectativas nas costas, o longa de Todd Phillips dividiu opiniões e polemizou: filme de incell e seus “white man problems”? Ou seria uma obra para extremistas de esquerda, que acham válido matar ricos em nome da justiça social?

Talvez esse seja o maior mérito de Coringa: levantar acaloradas discussões nunca antes levantadas por um filme de super-heróis. Clique aqui e confira a nossa crítica.

Bacurau (Kleber Mendonça Filho)

“Você já viu Bacurau?” a pergunta que não quis calar no início do segundo semestre de 2019 só tem uma resposta descente: SIM!

O violento longa de Kleber Mendonça Filho gerou expextativas raras para um filme brasileiro, além de ter tido relevante projeção internacional.

Ainda não viu? VEJA! Clique aqui e confira a nossa crítica.

A Vida Invisível (Karim Aïnouz)

Assim como Bacurau, A Vida Invisível cumpre um importante papel ao enriquecer o cinema brasileiro, ainda mais nos tempos de sucateamento em que estamos vivendo.

Porém, diferentemente de Bacurau e seu ritmo insano, A Vida Invisível é um introspectivo e sensível drama de desencontros, daqueles que fazem qualquer um desidratar de tanto transpirar pelos olhos.

Clique aqui e confira a nossa cobertura da coletiva de imprensa do filme.

Suspiria (Luca Gadagnino)

Criou expectativas com seus interessantes trailers lançados ao longo de 2018, porém a versão de Luca Guadagnino para o clássico italiano Suspiria acabou sofrendo com uma série de atrasos e foi adicionado ao catálogo da Amazon Prime antes mesmo de sua estreia no cinema, restrita, no Brasil, a algumas poucas salas.

É fato que a misteriosa e perturbadora obra de Guadagnino é um filme para poucos, capaz de dividir opiniões entre os espectadores que, por sua vez, se viram incazes de experimentar a indiferença diante do longa.

Clique aqui para assistir ao filme experimentando o Amazon Prime Video por 30 dias grátis.

Vingadores: Ultimato (Anthony Russo e Joe Russo)

Muito certamente o maior evento cinematográfico da década, a luta dos maiores heróis do universo para desfazer o genócidio cometido por Thanos arrecadou bilhões de bilheteria.

Vingadores: Ultimato é, acima de tudo, um presente de muito bom gosto aos diversos fãs que cresceram assistindo o Universo Cinematográfico Marvel.

Clique aqui para assistir ao filme experimentando o Amazon Prime Video por 30 dias grátis.

O Irlandês (Martin Scorsese)

Martin Scorsese comandando um elenco formado por Robert DeNiro, Joe Pesci e Al Pacino certamente não poderia dar errado. O fato é deu muito certo.

O épico de três horas e vinte minutos que faz um retrato sobre a infiltração da máfia na política e nos sindicatos dos Estados Unidos já nasceu clássico e vem como um concorrente poderosíssimo ao Oscar.

Clique aqui e confira a nossa crítica.

Oitava Série (Bo Burnham)

As angústias da adolescência sempre foram poderosa matéria prima para a arte, e o estreante na direção Bo Burnham se utiliza do tema para dar vida ao seu filme.

As angústias de uma adolescente prestes a entrar no ensino médio dão força ao sensível Oitava Série.

Bem Vindos a Marwen (Robert Zemeckis)

Após ser espancado e perder a memória, homem constrói uma maquete para recuperar suas lembranças.

A premissa, criativa como poucas, somadas a atuação de Steve Carrel e a direção de Robert Zemeckis fazem de Bem Vindos a Marwen um grande filme.

Midsommar – O mal não espera a noite (Ari Aster)

Depois de criar uma legião, tanto de admiradores fanáticos quanto de detratores mais fanáticos ainda, com o seu marcante Hereditário, Ari Aster retorna com Midsommar.

Um terror diurno (como diz o subtítulo brasileiro) que explora o luto, a família e os choques de cultura com extrema habilidade.

Gostou da lista? Concorda ou discorda? Faltou alguma coisa? Então compartilhe com seus amigos e não deixe a discussão morrer aqui.

Clique aqui e confira a nossa crítica.

Conteúdo extra

Em tempos de Marvel e suas cenas pós-créditos, não poderia faltar um conteúdo extra um presente, para você leitor.

Ficou curioso com as escolhas individuais dos editores do Pop With Popcorn? Então confira abaixo!

Lista Gabriel

Suspiria 10

Parasita 9

Bacurau 8

Coringa 7

A Vida Invisível 6

Oitava Série 5

Bem-vindos a Marwen 4

Democracia em Vertigem 3

Fora de Série 2

Dois Papas 1

Lista Caio

Parasita 10

Vingadores: Ultimato 9

O Irlandês 8

Coringa 7

Bacurau 6

A Vida Invisível 5

Midsommar 4

O Bar Luva Dourada 3

Nós 2

O Rei 1

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram