Os Mortos Não Morrem – Crítica

De Jim Jarmusch, Os Mortos Não Morrem faz homenagem aos filmes de zumbi

Após abordar com originalidade o universo dos vampiros em Amantes Eternos, o cineasta independente Jim Jarmusch faz uma homenagem aos filmes de zumbis na comédia Os Mortos Não Morrem. Lançado no Brasil diretamente em Video On Demand, o longa-metragem causa estranheza ao mostrar que os seres humanos não são assim tão diferentes dos mortos-vivos.

Leia mais sobre filmes diferentes e ousados no nosso livro, Fora do Comum – Os Melhores Filmes Estranhosclicando aqui.

Em uma pacata cidadezinha dos Estados Unidos, coisas estranhas começam a acontecer. Aparentemente, a ação do ser humano causou um desvio do eixo de rotação da Terra – em decorrência dessa mudança, os habitantes dessa comunidade, na qual a maior ocorrência policial era uma galinha roubada supostamente por um ermitão, terão que lidar com um apocalipse zumbi.

Adam Driver e Bill Murray interpretam os dois policiais nos quais a narrativa enfoca. Estranhamente, eles chegam de maneira rápida à conclusão de que, se os habitantes não estão sendo atacados por um animal selvagem ou vários deles, trata-se de uma ameaça zumbi, como se essa fosse uma teoria natural de se acreditar. Os habitantes dessa cidade se preparam com calma para o retorno dos mortos, uma vez que todo mundo sabe que zumbis morrem quando suas cabeças são cortadas.

Com Tilda Swinton e Selena Gomez no elenco, o filme surpreende pela tranquilidade com a qual os habitantes lidam com uma ameaça sobrenatural, como se ela fosse, de fato, algo natural. É nessa naturalidade que reside a estranheza do filme, que também tem outras doses de absurdos. Metalinguístico, com os personagens fazendo comentários sobre o roteiro e a trilha sonora do filme, e a canção Dead Don’t Die, de Sturgill Simpson, dando o tom do longa (uma música country é a última coisa que se espera como tema de um apocalipse zumbi), Os Mortos Não Morrem é uma homenagem bem-humorada ao gênero, com mortos-vivos pouco ameaçadores e que se parecem como a gente – eles também gostam de café, Xanax, wi-fi e TV a cabo.

Por Gabriel Fabri

Confira o trailer de Os Mortos Não Morrem abaixo:

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram