Atravessa a Vida: É Preciso Amar as Pessoas Como se não Houvesse Amanhã

Documentário “Atravessa a Vida”, de João Jardim retrata as angústias e agruras de estudantes e professores de uma escola do interior de Sergipe

Enem, carteira de habilitação, título de eleitor, conflitos com os pais, descoberta do amor… São inúmeras as demandas que cercam os adolescentes brasileiros do terceiro ano do ensino médio, gerando angústia e muitas dúvidas. Diante desses e de tantos outros dilemas, uma garota entra no Centro de Excelência Dr. Milton Dortas, escola pública com cerca de 1 mil estudantes de Simão Dias, cidade de 40 mil habitantes no interior de Sergipe. A câmera e, consequentemente, nós a acompanhamos Começa o tocante documentário “Atravessa a Vida”, dirigido e roteirizado por João Jardim. O filme, que estreou no festival É Tudo Verdade, chega na sexta-feira, 14 de janeiro, aos cinemas.

João Jardim, que já havia tratado do tema do ensino no país e da realidade dos jovens estudantes brasileiros em “Pro Dia Nascer Feliz”, de 2005, demonstra grande sensibilidade ao tratar de temas tão delicados como as expectativas com relação ao futuro profissional; a angústia de ter que se afastar de amizades desenvolvidas ao longo de muitos anos; as dificuldades de aprendizagem, etc. E o faz não apenas entrevistando alunos, professores e diretores da escola, mas acompanhando a rotina de todos eles.

João Jardim atravessa a vida

As inúmeras dificuldades que são relatadas diariamente com relação ao ensino público no Brasil, principalmente na formação básica – ensino infantil, médio e fundamental – mais uma vez ficam extremamente evidentes. A diretora, em certo momento, relata angustiada o fato de ter que dar conta do que é inerente a sua função – como acompanhar de perto professores e alunos -, também se vê tendo que tomar decisões com relação a reforma nas instalações do prédio. Por sua vez, acompanhamos a decepção dos alunos diante das faltas frequentes dos professores.

Porém, os momentos mais tocantes do filme são aqueles que giram em torno do estudo em torno das letras das canções brasileiras. Entre elas, “Pais e Filhos”, da Legião Urbana (o guitarrista Dado Villa-Lobos é o responsável pela linda trilha do filme), que trata do suicídio entre os jovens; e “Apesar de Você”, de Chico Buarque, que retrata o período do regime militar e da censura no Brasil, mas que o professor amplia ao tratar das expectativas com relação ao futuro dos próprios alunos. Prova cabal de que, mesmo diante das adversidades, é possível fornecer um ensino de altíssimo nível e provocar reflexões extremamente importantes.

Por Guilherme Bryan

Confira o trailer de Atravessa a Vida abaixo:

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram