In-Edit 2021 – The Rumba Kings

No In-Edit 2021, documentário The Rumba Kings mostra importância da música cubana na rumba congolesa

As conexões musicais entre países e etnias vão muito além do que somos capazes de imaginar. É o que descobrimos no excelente documentário “The Rumba Kings”, dirigido pelo peruano-americano Alan Brain, ao indicar o quanto a música cubana foi fundamental para o desenvolvimento da rumba congolesa. Tanto que um dos momentos mais interessantes e divertidos do filme é quando os músicos contam como trataram de criar o próprio espanhol. O filme integra a programação do In-Edit 2021.

Surgida na década de 1940, a rumba congolesa tornou-se um ritmo conhecido mundo a fora e tornou-se um grande sucesso e um fenômeno cultural no país. Inclusive no que se refere ao orgulho negro. Neste sentido, um dos momentos mais impactantes de The Rumba Kings é quando a grande banda do país vai representá-lo na Europa talvez com um impacto ainda maior do que o do líder político da época, demonstrando, assim, o grande poder da cultura.

Muito bem editado e com números musicais que faz com que qualquer espectador queira levantar da cadeira e sair dançando, “The Rumba Kings” é uma grande descoberta musical, apresentando os principais nomes do estilo e o quão populares e referenciais eles são ainda hoje no Congo. Esse é o caso de Nicolas “Docteur Nico” Kasanda e Joseph “Le Grand Kallé” Kabasele. Portanto, é um filme obrigatório para qualquer pessoa que tenha um mínimo interesse em música.

Por Guilherme Bryan

Leia mais do In-Edit 2021 clicando aqui

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram