In-Edit 2021 – Crock of Gold: A Few Rounds with Shane MacGowan

Um dos melhores filmes do In-Edit 2021, Crock of Gold: A Few Rounds with Shane MacGowan retrata uma das personagens mais importantes da cultura pop irlandesa

Na seleção dos melhores filmes do In-Edit 2021, “Crock of Gold: A Few Rounds with Shane MacGowan” deverá constar obrigatoriamente. Primeiro, por se tratar de uma direção primorosa, marcada por um olhar atento e carinhoso, do super diretor britânico Julien Temple, que mistura depoimentos incríveis com animações surpreendentes. Depois, por retratar uma das personagens mais representativas e importantes da cultura pop irlandesa – Shane MacGowen.

Nascido em 25 de dezembro de 1957, em Pembury, na Inglaterra, Shane MacGowen passou a infância na cidade irlandesa Tipperary e, como os pais tinham esta nacionalidade, ele desenvolveu uma forte e eterna identificação com o país. Depois de passar a consumir drogas ainda na adolescência e ser internado com crises de abstinência, ele saiu da clínica em meados da década de 1970 e deu de cara com o movimento punk explodindo. Ficou alucinado com os Sex Pistols e passou a colaborar com o Clash.

Tratou, então, de ter a própria banda punk, mas, como era encantado com as tradições culturais da Irlanda, tratou de misturar as duas coisas. Rapidamente, a banda The Pogues começou a se destacar no cenário underground britânico, até atingir o sucesso com “Fairytale of New York”, parceria dele com Kirsty MacColl, a qual morreria muito jovem e provocaria um choque na vida de Shane.

Adorador dos textos do conterrâneo James Joyce, Shane MacGowan também se destacaria ao defender os irlandeses do IRA, o exército revolucionário, protagonista do denominado Domingo Sangrento, ou seja, 30 de janeiro de 1972, quando entre 5 mil e 20 mil pessoas participaram de uma passeata na Irlanda do Norte, que foi violentamente reprimida pelas autoridades britânica, deixando 13 mortos e 14 feridos.

Idolatrado por artistas tão diversos quanto o ator Johnny Depp, amigo de Shane e produtor do filme; a cantora Sinead O’Connor; e o vocalista da banda U2, Bono Vox, Shane MacGowan comprova no documentário o quanto merece ser admirado e como não perdeu o bom humor mesmo com muitos problemas de saúde. Crock of Gold: A Few Rounds with Shane MacGowan é uma linda prova de amor e termina de modo emocionante com a cerimônia em que conseguiu reunir grandes artistas e até o presidente da Irlanda, ao completar 60 anos.

Por Guilherme Bryan

Leia mais do In-Edit 2021 clicando aqui

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram