Um Príncipe em Nova York 2

Eddie Murphy retorna em Um Príncipe em Nova York 2, que estreia no Amazon Prime Video

Em entrevista ao El País, o ator Eddie Murphy afirmou que Um Príncipe em Nova York foi um precursor de Pantera Negra, pois a comédia dos anos 1980 conseguiu o feito de ter uma audiência global em um filme com elenco completamente negro. 30 anos depois, chega com exclusividade na Amazon Prime Video Um Príncipe em Nova York 2, que tenta atualizar a história do príncipe de um país africano fictício para os tempos atuais.

Clique aqui para experimentar os 30 dias grátis do Amazon Prime Video e assista à Um Príncipe em Nova York

No primeiro filme, também disponível na Amazon Prime Video, Eddie Murphy é Akeem, um príncipe que se recusa a aceitar um casamento arranjado pelo Rei. À procura de sua futura Rainha (“Queen”, em inglês), Akeem vai para Nova Iorque se instalar no bairro do Queens, tradicionalmente de maioria negra. Lá, vai trabalhar limpando chão em um fast food, quando se interessa pela filha do dono.

Se no primeiro filme Akeem questiona as leis e tradições de seu país, 30 anos depois e agora empossado Rei, Akeem não tem mais a mesma verve questionadora do passado – preocupado com a iminente ameaça de guerra de um general, Akeem age de maneira conservadora, acreditando que a melhor maneira de governar é se atar às tradições: em seu país, o seu sucessor deve ser um homem, e Akeem só teve filhas mulheres. O homem, então, retorna ao Queens para tentar localizar um filho bastardo que teria tido em sua outra viagem, Lavelle (Jermaine Fowler).

O filme dirigido por Craig Brewer, que repete a parceria com Murphy de Meu Nome é Dolemite, tem como principal novidade a ambientação no palácio real, e não mais em Nova Iorque. Agora, é o jovem Lavelle que tem que se adaptar a uma nova realidade, oposta a sua. Só que ao invés de um príncipe que vai para um bairro pobre em um país com uma democracia moderna, agora é um garoto humilde que vai se encantar com os privilégios de ser rico em uma monarquia arcaica. A história, então, é a mesma, mas com os sinais trocados.

eddie murphy retorna em um príncipe em nova york 2 na amazon prime video

Um Príncipe em Nova York 2 não é memorável como o primeiro, mas consegue ser divertido, e aprofunda a crítica ao que é “tradicional”, dessa vez questionando alguns costumes machistas tanto dos EUA quanto da fictícia monarquia. O roteiro todo gira em torno do questionamento de por que uma mulher não poderia assumir o trono e, mais importante, por que nada é feito para mudar os costumes que nitidamente não fazem o menor sentido? Por que a tal “tradição” ainda mantém tanta força?

Um Príncipe em Nova York 2, em suma, diverte ao cutucar a resistência do ser humano à mudanças e também os privilégios da realeza. Ou pelo menos alguns deles: o “banho real”, é claro, não foi banido, mas socializado para as mulheres também. Afinal, não deixou de ser uma monarquia ainda. Quem sabe no terceiro filme.

Por Gabriel Fabri

Clique aqui para experimentar os 30 dias grátis do Amazon Prime Video

Confira o trailer de Um Príncipe em Nova York 2:

Clique aqui para experimentar os 30 dias grátis do Amazon Prime Video

Veja mais destaques do Amazon Prime Video clicando aqui.

Leia mais do Pop with PopcornHome | Instagram